top of page
Search

Como lidar com uma chefia autoritária?

Uma pergunta que vem no seguimento da semana em que se celebra o Dia da Liberdade, contra um regime opressivo e totalitário. Coincidência?


A verdade é que a característica autoritária faz parte de muitas pessoas. Podemos ter tendência para ser mais expansivos, dominantes ou imperativos. Ou, no oposto, submissos, tímidos ou conformados.


Há uma linha muito ténue que separa uma liderança eficiente de uma liderança autoritária. Uma chefia opressiva leva ao extremo as características acima referidas, liderando pelo medo e na base do desrespeito.


É possível, contudo, que quem esteja perante este tipo de relação laboral nem sempre identifique claramente que está perante uma chefia opressiva. Deve estar atento aos seguintes sinais:

  • Desrespeito no modo de falar com as suas equipas

  • Falta de espaço para diálogo

  • Obstáculo à sugestão de novas ideias

  • Pouca flexibilidade em negociação

  • Falta de vontade em ensinar e dar o exemplo

  • Má gestão da carga de trabalho

  • Desrespeito pelos horários dos funcionários


Reconhecemos a dificuldade em defender a sua posição neste tipo de situações, mas é possível dar a volta:

  • Procure, em primeiro lugar, expor a situação directamente ao seu chefe

  • Sugira momentos de feedback 360º

  • Avalie os sentimentos dos seus colegas

  • Saiba definir os seus limites


Não há espaço para lideranças opressivas em Portugal do século XXI.

O local de trabalho deve ser um espaço de respeito, de criatividade, produtividade e equilíbrio.




Comments


bottom of page