top of page
Search

Ansiedade no regresso ao trabalho? Porquê e como lidar?

Muitos estão a preparar a ida de férias, muitos já voltaram e muitos estão nas suas férias a pensar no regresso ao trabalho.


É muito comum o “não desligar” e estar de corpo presente nas férias com o trabalho na cabeça.

Acontece porque temos assuntos pendentes, porque temos objetivos a alcançar, porque temos problemas por resolver ou projetos entusiasmastes a implementar.

Os motivos podem ser muitos e podem ser vistos pela positiva ou pela negativa, mas a realidade é só uma: estamos de férias! O que acham de aproveitar esse tempo da melhor forma e deixar para o regresso ao trabalho o que só no regresso ao trabalho pode ser tratado?

Vamos por partes, se está de férias e com a cabeça no trabalho, mais vale enfrentar essa realidade e conseguir transformá-la. Para isso propomos:

  1. Faça uma lista de todos os temas que tem tido em mente e que não o deixam desligar;

  2. Para cada item registe com mais detalhe mini tarefas associadas;

  3. Para cada mini tarefa associada identifique uma data para pegar no tema no seu regresso ao trabalho ou identifique uma pessoa a quem pode desde já pedir ajuda e encaminhar o assunto;

  4. Volte a olhar para as listagens anteriores e reflita se esta visão global o ajuda a sentir que tem o trabalho controlado. Se sim, desligue do trabalho e desfrute das férias, se não, continue com os próximos passos…;

  5. Quais os itens que se pegar agora o irão ajudar a relaxar depois? Agora, nesta fase é muito importante fazer uma avaliação ponderada. É de facto urgente e importante pegar neste tópico e quando estiver tratado irá relaxar, ou, o que está em causa é uma necessidade de controlo assoberbada e pouca confiança que a equipa poderá tratar do tema ou que o mesmo será resolvido no seu regresso ao trabalho?;

  6. Se for a primeira hipótese, identifique em que altura do dia se vai dedicar à tarefa, cumpra-a e depois: aproveite as suas férias. Se for a segunda hipótese…: aproveite as suas férias!

Sabemos que se chegou à última frase identificando-se com a mesma (necessidade de controlo assoberbado por não acreditar que os temas serão resolvidos) será um exercício complexo o de implementar a frase “Aproveite as suas férias!”.

Há que fazer um exercício diário de se conectar com o que de facto se está a passar à sua volta, mas esse é o exercício a fazer:

  • Repare que tipo de atividades lhe apetece realizar (claro que não vale dizer que é trabalhar) e ponha isso em prática;

  • Esteja em real contacto com as pessoas à sua volta. Reflita sobre o que precisam, o que pode fazer para ser boa companhia e impactar de forma positiva nas férias dos outros;

  • Aproveite o sítio onde está. Esteja atento à natureza, às paisagens, aos tipos de programas que ali pode fazer. Viva no sitio, viva as experiências!

Mesmo que os pensamentos sobre o trabalho voltem, procure orientar a sua atenção para aquilo que naquele momento está realmente à sua volta e já sabe…: Aproveite as férias!


Caso sinta que o tema é demasiado complexo e que não consegue implementar o que aqui lhe propomos, reflita se estará a necessitar de um processo de Coaching para conseguir vir a conciliar, de forma mais positiva, a sua vida profissional com a vida pessoal.

Se sentir que faz sentido um trabalho mais profundo e individualizado, fale connosco!



Comentários


bottom of page